Cirurgia do Abdomen

(Abdominoplastia ou Dermolipectomia)

Indicação:


Com o envelhecimento, gravidezes, alternância de engorda e emagrecimento, ocorre um abaulamento flácido do abdômen, formado por sobra de gordura e principalmente de pele.

A dermolipectomia abdominal, conhecida também como abdominoplastia remodela o abdômen ao retirar o excesso de tecido (pele e gordura) que se acumula abaixo do umbigo e ao ajustar a cinta muscular frouxa. Não é uma cirurgia para emagrecer e sim para o remodelamento do abdômen.

No caso de pacientes que além de flacidez e excesso de pele apresentam gordura localizada no abdômen, a lipoaspiração poderá ser associada para retirar a gordura, enquanto a abdominoplastia corrige a flacidez e o excesso de pele.



abdominoplastia-clipart.png



Tipo de anestesia:

Geralmente a anestesia é peridural, podendo ser utilizada a geral.


Tempo de internação:

Geralmente 24 horas, dependendo da recuperação e da orientação do médico.


Pós-operatório:

O paciente poderá ficar com o dreno abdominal por alguns dias e que será retirado conforme a orientação do seu médico, tendo como referencial o volume drenado diário. O dreno serve para drenar o liquido que se forma abaixo da pele, evitando que ele se acumule (seroma), facilitando assim a cicatrização e a recuperação mais rápida.

Deve-se evitar esforços e manter-se em uma postura curvada por até 15 dias, para evitar tensão na cicatriz. Exercícios físicos devem ser evitados por no mínimo 45 dias Deve-se usar uma cinta elástica por ao menos 60 dias, ou pelo período estipulado pelo médico.

A cicatriz costuma ficar avermelhada por alguns meses, tendendo a clarear entre 9 meses e um ano, dependendo do tipo de pele e genética do paciente.


Complicações:

Dentre as complicações possíveis, mas infrequentes, podem ser citados: hematoma, seroma, infecção, sofrimento da pele, deiscência (abertura da sutura) e problemas anestésicos.

Entretanto, quando a indicação da cirurgia é precisa, a técnica cirúrgica bem executada, os cuidados pré e pós-operatórios seguidos, as complicações são raras.
Por serem as complicações mais frequentes em paciente fumantes, estes devem abster-se do cigarro por um mês antes da cirurgia, para minimizar os riscos.


Resultado definitivo:

O resultado definitivo da dermolipectomia é atingido após 6 meses da cirurgia, período necessário para a acomodação dos tecidos e amadurecimento da cicatriz.




Quantos quilos vou emagrecer com a abdominoplastia?
Sendo uma cirurgia que retira determinada quantidade de pele e gordura, evidentemente haverá uma redução no peso corporal, que varia de acordo com o volume do abdome de cada paciente.

Não são, entretanto, os "quilos" retirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que o abdome manterá com o restante do tronco e os membros. Paradoxalmente, os abdomes que apresentam melhores resultados estéticos são justamente aqueles em que se fazem as menores retiradas.

Assim é que a maioria das mulheres apresentam certa "flacidez" do abdome após 1 ou vários partos, com predominância de pele sobre a quantidade de gordura localizada na região. Estes casos nos permitem excelentes resultados.

Em outros casos, em que o paciente está com o peso acima do normal, o resultado também será compensatório e proporcional ao restante do corpo; entretanto, vale a pena lembrar que "excesso de gordura" em outras regiões vizinhas do abdome ainda existirá, o que nos leva a aconselhar àquelas que assim se apresentem a prosseguir com um tratamento clínico, para equilibrar as diversas partes entre si.

Especialidades

"Os melhores e mais modernos tratamentos de estética e beleza"
esp-1.png
esp-2.png
esp-3.png
esp-4.png
Copyright © 2019 Todos os direitos reservados . Desenvolvido por: APG | Comunicação.